Declaração de

  1. Cremos que as Escrituras do Velho e do Novo Testa­mento são inspirados por Deus, sem erro nos escritos originais e que são a supre­ma e final autoridade como regra de fé e vida.
  2. Cremos em um único Deus que subsiste eterna­mente em três pessoas – Pai, Filho e Espírito Santo.
  3. Cremos que Cristo foi concebido por obra do Espírito Santo, nascido da virgem Ma­ria, e que Ele é verdadeiramente Deus-homem.
  4. Cremos que o homem foi criado à imagem e seme­lhança de Deus; que todos os homens são pecadores pela transgressão de Adão e pelas próprias experiências pessoais, sendo totalmente depravados, que fora da graça de Deus estão totalmente perdidos, que “a ira de Deus sobre eles permanece”, e que se encontram no caminho para a separação eterna de Deus no lago de fogo.
  5. Cremos que o Senhor Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados de acordo com a Palavra de Deus, como sacrifício vicário e substitutivo, para satisfazer a justiça divina e nos reconciliar com Deus; que todos aqueles que verdadeiramente confiam nEle como Salvador são justificados e eternamente salvos através do Seu sangue derramado na cruz do Calvário.
  6. Cremos na ressurreição pessoal de nosso Senhor e Salvador no corpo em que Ele sofreu, em Sua ascensão aos céus; em Sua presença atual à mão direita do Pai e no Seu trabalho em nosso favor como Sumo Sacerdote, Mediador e Advogado.
  7. Cremos na volta pessoal, física, iminente e pré-milenar de Cristo a fim de levar os salvos para Si mesmo.
  8. Cremos que todos aqueles que pela fé receberam a Jesus Cristo como seu Salvador são nascidos de novo pelo Espírito Santo na família de Deus, são eternamente salvos, e que o Espírito Santo habita em cada crente para iluminá-lo, guiá-lo, e dar-lhe força na vida, no testemunho e no serviço.
  9. Cremos que Deus concede dons espirituais para todos os crentes, visando a edificação do Corpo de Cristo. Cremos, contudo, que alguns dons do Espírito, tais como línguas e curas, foram designados por Deus para a fase de fundamentação da Igreja, não sendo necessários ou obrigatórios em todas as eras.
  10. Cremos que o instrumento de Deus, na presente dispensação, é a IGREJA, cujo cabeça é Cristo. Sua atuação no mundo realiza-se através das igrejas locais que são responsáveis por transmitir Cristo aos homens, evangelizando-os, batizando-os, edifi­cando-os, disciplinando-os e observan­do a Ceia do Senhor.
  11. Cremos na ressurreição física dos justos e injustos; na vida eterna e gloriosa com Deus para os salvos e na punição eterna e consciente para os perdidos.